5

Como se matar com uma família muito confusa

Tom Boca de Cantor 12 de março de 2010

Ter uma família unida e com muito amor é o sonho de muitos, sabendo que a participação da família na vida é de suma importância para o crescimento da criança tanto cultural quanto na educação. A família brasileira é em grande maioria bem acolhedora e amorosa, é claro que existem as exceções.

Um exemplo disso é o nosso amigo do além suicida que resolveu acabar literalmente com a vida, depois de um bug do demônio na memória sobre a relação de parentesco na qual ele pertencia. Com uma família exemplar, ele conseguiu a façanha de quebrar todas as regras de uma boa família e de saco cheio resolveu partir para o outro mundo.

Leiam com atenção e tentem entender a família do suicida:

MALDITOS GRAUS DE PARENTESCOS! MAL CONSIGO ENTENDER SEUS MOVIMENTOS! QUE PODER MONSTRUOSO!

.

.

.
VO NA MÁRCIA RECLAMAR!


http://farm5.static.flickr.com/4024/4368033245_24354bff87_o.png
.

.
RARIARIARIAIRAIII
FIQUEI ALUCINADO LENDO ESSA MATÉRIA

Um exemplo de família!

Alguém conseguiu acompanhar os raciocínios desse cara?

5 comentário(s):

Will disse...

Eu consegui. Quase tive que fazer um gráfico, mas consegui. Aliás, vou fazer um gráfico e mando pra vocês.

Rogério disse...

Entro num loop infinito haha

Anônimo disse...

Muito bom o texto!
Parabéns

eumano disse...

Volta Eu-Ri!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

Heart Glasses disse...

omg!
hauhuahuahauha

Postar um comentário

 
©2008-2011 Todo conteudo do blog é fictício.
Template by Blogger Bits